sexta-feira, janeiro 23, 2009

From hell....



Até que ponto vale a pena manter seus funcionários no cabresto?

Vamos aos fatos, todos sabem que manter os funcionários estressados e sob pressão psicológica só fazem render menos à empresa.

Tomemos como exemplo a Google. Os funcionários da Google não usam uniformes e nem são obrigados a se vestirem em trages sociais. Aqueles principalmente que não lidam com o público tem horários a cumprir, mas o resto pode entrar e sair no horário que quiser, porém têm metas a cumprir mensalmente, dessa forma, contanto que você mantenha todas as tuas metas no trabalho, pode sair às 11 da manhã e voltar pra casa ou chegar às 3 da tarde.

Convenhamos que a Google é a empresa de maior sucesso no momento quase dando na cara da Microsoft, Bill Gates mesmo já disse que vive com um olho na Google pois ela pode tomar domínios da Microsoft em minutos. Isso mostra que o rendimento dos empregados não diminui com uma certa liberdade, porque você nunca é 100% livre, os caras da google podem fazer os horários deles, mas se não trabalharem ele vão ficar desempregados, as metas estão lá para isso.

Tá certo que lembra o tal do Ócio Criativo de Domenico de Masi (esse eu sou fã, sociólogo muito bom!), mas funciona muito bem!


Agora, vamos ver como funcionam as empresas aqui no Brasil... Na maioria das vezes o acesso à internet é restrito, você ganha muito mal, se estressa demais, sempre tem um cara buzinando na sua orelha, não pode chegar nem 5 minutos atrasado que ouve graça e seu trabalho nunca está bom! Acho que sabemos o porque não rendemos assim tão bem...

Eu trabalho numa empresa pequena, a internet não é restrita, não tem senha nem nada mass.... tenta mandar um e-mail pra sua mãe, pesquisar na lista telefônica, abrir google ou qualquer outra coisa do gênero pra você ver só!

Hoje meu chefe chamou a antenção do escritório inteiro porque duas funcionárias estavam se falando via skype durante a manhã (chat, não voz), outra mandou e-mail para mãe, outra pro namorado, outra estava no google procurando uma informação e durante um momento de descontração falamos sobre the sims. parece um pouco demais, chocante... ohhh, mas não necessáriamente. O rendimento lá não deixa a desejar para ninguém, estamos à frente de muitos concorrentes, terminamos sempre o trabalho bem feito e nunca temos reclamações, só elogios. Acredito que ele não deveria se importar de alguém atendendo uma ligação da mãe, mandando mensagem no celular para um amigo ou qualquer outra coisa, mesmo porque isso não é todas as horas do dia, todos lá trabalham bem, ninguém é folgado e fica ignorando trabalho e o rendimento não é baixo.

Eu mesmo mandava um e-mail para minha mãe explicando uma coisa sobre o boleto bancário do meu curso de tradução e quando ele veio me acusar de estar brincando na internet quando ele chegou e falei isso ele me responde "se fosse importante você teria continuado". Agora se eu não tivesse fechado a janela ele teria falado um monte da mesma forma! E como ele sempre pesa com essas coisinhas eu fechei mesmo, ou ele ia parar pra ler o que eu estava escrevendo!

O melhor de tudo é que assim que respondi a pergunta dele ele vem "E quem é que manda nessa merda aqui?"

De verdade eu senti vontade de levantar e falar "beleza eu me demito, to saindo". Não vou me estressar por conta dele, não quero me estressar por conta dele, se ele perdeu todos os fios de cabelo da cabeça por ser nervoso o problema não é meu, mas eu rendo muito bem lá, sou quem fala inglês melhor, que tem melhor vocabulário e gramática, refiz todas aquelas estatísticas e deixei tudo sem erros, faço os trabalhos rápido, mando tudo na hora certa pros caras e ele vem me proibir de falar com a minha mãe no telefone e de ocasionalmente mandar um e-mail pro meu namorado que nem nesse país mora?

Olha eu não to afim de casar com 40 anos nem de ter filhos aos 70, e nem de começar a aproveitar a vida aos 80. Há dias que precisamos de uma válvula de escape pra não explodir com a pressão, manter todos sob mais pressão arruina tudo, a atenção cai, os erros aumentam...

Pois eu acho que deveríamos pregar o tal ócio criativo. A gente poderia ter liberdade de usar nossos e-mails e de vez em quando atender a mãe ou a um amigo combinando um lugar pra almoçar.

Meu chefe pode ser uma pessoa legal, brincar e tudo, mas essa mania controladora dele deixa a gente num clima horroroso, terça veira voltei do escritório às 9 da noite por conta de um "projeto" que nem deu certo, foi enterrada pela empresa que temos parceria, e eu não fiz nada lá, não ganhei nada por isso, só dor de cabeça, com a minha mãe me ligando e meu namorado reclamando via celular.

Sabe eu já me empenhei bastante no trabalho, cheguei mais cedo, saí mais tarde, encolhi horário de almoço, briguei com família, dispensei amigos. Poxa eu quero ter uma vida, fazer de tudo pelo trabalho pra no fim das contar levar uma paulada na cabeça por falar no telefone e mandar um e-mail?

Acho que na verdade ele não preza muitos os funcionário, por isso que tem uma rotatividade alta lá. Ele pode ter certeza que eu não vou durar muito lá, passado Fevereiro, que foi o combinado entre nós, de eu não sair antes de fevereiro por conta da reunião dele em Dubai, ele pode ter certeza que eu não vou estar mais lá, estou procurando outro lugar.

Sei que nas outras empresas eu não vou ter a mesma liberdade da Google, mas eu sei que eu ou poder enviar um e-mail pra minha mãe ou pro meu namorado ocasionalmente ou atendê-los no telefone não é mesmo? E quem sabe ganhar mais, porque tanto stress assim por 400 reais por mês não ta valendo a pena mesmo...

Eu tenho um super tempo ocioso, as vezes termino o trabalho do dia em 1 hora.. e o resto do dia? Fingir que trabalha e não poder mandar nem 1 e-mail pra alguém? Fala sério... algum lugar tem q ter um trabalho que a gente tenha um equilíbrio...

Bom, enquanto ainda não trabalho na Google (ahUAHuahUA sooonha), vou me virando aqui, mas num lugar que não me estressem tanto por coisas tão fúteis.




segunda-feira, janeiro 19, 2009

Onde está Wally?

Preste atenção na foto...
Pay attention to the picture...

Alguma coisa assim.... Diferente?

Is there anything... Different?



Repara bem! Onde está Wally?
Pay attention! Where's Wally?

Esse é meu chefe em baixo da mesa falando no telefone!
This is my boss under the table talking on the phone!



Isso prova que nem todos que fazem farra no escritório são subalternos!
This proves that not everyone that plays, has fun in the office are employees!

domingo, janeiro 18, 2009

Filosofia do dia II


Tsunamis são ruins, mas se você tiver uma prancha de surf pode ser MARA!

Tsunamis are bad, but if you've got a surfing board it can be GREAT!

(alguém me faz parar de escrever hoje pelamordedeus!!!)

Já aconteceu contigo?

Estar fazendo alguma coisa ou simplesmente tentando dormir ou qualuer outra coisa, vem um texto na sa mente, muito bom, brilhante mas você depois que pega tudo pra escvrever, passar tud aquilo pro papel, simplesmente esquece?

Acabou de acontecer isso comigo... da uma raiva ¬¬'

Só queria explicitar isso aqui, de repente um dia o texto volta não é verdade?
--------------------------------------------------------------------
Has it ever happened with you?

To be doing anything or simply trying to sleep or any other thing else and a text strikes your head, a very good one, brilliant, but straight after, when you get everything to write, to put all that in the paper, you simply forget?


It has just happened to me... I feel so pissed off ¬¬'

Just wanted to explicit it here, maybe, some day, the text comes back, doesn't it?


quinta-feira, janeiro 01, 2009

Retórica

A Retórica da Vida




Por que somos um só se todas as células que compões nosso corpo são vivas?